segunda-feira, 23 de abril de 2007

Instrumento



Acho lindo pianos. Gosto especialmente daqueles pianos pretos de concertos, enormes. Contudo, se me derem de presente o melhor piano que existe no mundo, ele será, no máximo, o mais inútil de todos os aparadores de porta-retrados do mundo. Por que? Oras, porque eu não sei tocar nem "parabéns p'ra você" no piano. O que quero dizer é que instrumentos, por melhor que sejam, são apenas instrumentos; sem alguém capacitado para utilizá-los, se tornam inúteis objetos de fetiche.

Matéria da Folha de São Paulo, publicada na edição de hoje, com base em dois estudos feitos a partir dos resultados do Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica), aplicado pelo MEC, revela que o uso de computadores nas escolas não melhorou o desempenho dos alunos em português e matemática. Por que? Bem segundo um dos pesquisadores envolvidos, a falta de efeitos positivos pode ser explicada por como os equipamentos têm sido usados. "Talvez esteja faltando em muitas escolas um professor que oriente o aluno a usar o computador".

Não tenho a solução para o problema da educação no Brasil, mas algo me diz que se o problema fosse somente a falta de dinheiro as coisas estariam mais perto de serem resolvidas. É claro, pelo menos para mim, que falta ao país um projeto de educação que responda a duas perguntas básicas: "que educação queremos" e "qual a finalidade da educação que queremos". Sem resposta para essas duas perguntas de nada adianta equipar as salas de aulas e os pátios escolar com toda a sorte de equipamentos. Enquanto isso, as escolas se transformarão, cada vez mais, em depósitos de pianos, de gente, de potenciais.

2 comentários:

b..m disse...

Não sei como funciona agora, mas em toda a minha vida os computadores da escola só serviram de enfeite. Havia a sala de pcs, tudo bem, mas não aula - a gente ia de vez em nunca e jogava alguma coisa.

Dr. Simão Bacamarte disse...

b..m,
Sou de um tempo em que computador na escola era exclusividade da tesouraria. E olha que eu nem sou tão velho assim.